Vange Leonel ou A Arte de Cobrar da Vítima o Que Deveria Ser Cobrado do Opressor

As reações ao post de ontem não demoraram a chegar. Primeiro foram muitas pessoas concordando, outras divulgando o texto como necessário ao debate e alguns reclamando da minha profiláxica recomendação do uso de um saco de vômito, tida como “grosseira”. Não é de hoje que noto uma tendência na Internet de que algumas pessoas tentem desqualificar textos que façam o uso retórico de xingamentos ou mesmo uma crítica mais pesada como indignos de atenção, sem ao menos considerar os argumentos por eles apresentados.

Pobres filósofos como Nietzsche e Voltaire, correriam o risco de ficar sem leitores caso todos fossem assim sempre tão sensíveis. Uma coisa que acho mais estranha ainda é quando esse suposto asco à “má-educação” é seletivo: é GROSSERIA quando é contra alguém ou algo que está do meu lado da cerca, se é contra uma idéia da qual discordo ou pessoa que não me agrada, é engraçadinho. Mas, divago. O que importa aqui é um ponto que foi levantado após a publicação da resposta aqui no blog e sua eventual aceitação no sistema de comentários da Revista Fórum.

Algumas pessoas vieram comentar comigo no Twitter que a notória colunista teria dito em momentos passados que seria a primeira a cobrar de Dilma Rousseff uma atitude caso sentisse que o Governo Federal estivesse se tornando omisso perante as questões pertinentes aos LGBTs do Brasil. Na verdade, o rapaz @MarkosOliveira (um jovem militante LGBT de Goiás que muito já fez pela causa, a despeito de não ter história) me enviou o trecho de uma conversa que Vange Leonel teve com Idelber Avelar (um dos melhores colunistas da Fórum na minha opinião) e Fabiano Camilo (não conheço, mas pelo o que vi é provido de bastante senso crítico) durante o dia de Finados de 2011, um pouco mais de um mês antes da II Conferência LGBT em Brasília. Sabem, aquela na qual não se viu nem rastro de Dilma e para onde ela não se dignou a mandar nem uma cartinha dizendo “AH TÁ”. Para nossa instrução e deleite, seguem abaixo print screens da conversa acompanhados de seus links e transcrições. Para evitar que ficasse cansativo demais, não dei print screen em todos os tweets, mas fiz a a coisa de modo que permita a visualização INTEGRAL da conversa. Out of the goodness of my heart…

Parte 1

@iavelar: Qual é o plano? Esperar que aconteça alguma morte na região da Paulista / Augusta, é isso?

@vleonel: SDH e MJ estão começando a se movimentar. espero que saia daí alguma ação efetiva direitoshumanos.gov.br/2011/10/18-out…*

*Nota: o link do tweet da @vleonel dá para uma página que acusa erro 404. Tentei achar o texto a que ela se referia no site da SDH mas não consegui

Parte 2

@iavelar: @vleonel Olha, querida amiga e co-colunista, isso aí pra mim é nada. Até que façam algo efetivo, com pronunciamento público, ação, é nada.

@vleonel: @iavelar e já morreu gente sim. os skinheads já mataram mtos punks, gays e travestis.

Parte 3

 @iavelar: @vleonel Sim, me lembro dessas mortes. Mas tem essa onda nova aí, né? Que tá realmente preocupante, Vange. Seria legal uma palavra da Dilma.

@vleonel: @iavelar: essa “discrição” dela tb me incomoda, caro idelber…

Parte 4

@iavelar: @vleonel Tem sido mais q discrição né? Flerte c/bancada teocrata, Crentolândia petista no país, proibição de “propaganda de opção sexual”…

@fabjanski: @iavelar @vleonel Há alguns anos, quem imaginaria governador do PT construindo parque gospel e participando de parada contra heterofobia?

Parte 5

@vleonel: @fabjanski @iavelar vou esperar a Conferência Nacional LGBT em dezembro. seria bom a presidenta se pronunciar na ocasião (como Lula fazia).

(A fala do @fabjanski foi transcrita anteriormente e considerei importante enfatizar esse tweet)

Parte 6

@fabjanski: @vleonel @iavelar Na atual conjuntura, é a ocasião definitiva para ela se manifestar. Se não o fizer, será imperdoável.
@iavelar: @fabjanski @vleonel Não há nenhuma razão para esperar que ela se manifeste. Quem ainda está nessa merece o troféu ingenuidade.
@vleonel: @iavelar @fabjanski: falou, sabidão ;-P
@fabjanski: @vleonel @iavelar: Voto com o relator.😉
 
@vleonel: @fabjanski @iavelar mas digo e assumo: se te pareço ingênua, idelber, na verdade sou cautelosa, rsrsrsrs
@iavelar: @vleonel @fabjanski  Tô contigo, Vange. Se rolar, celebro e digo que me precipitei. Estou só interpretando o que vejo.
@vleonel: @iavelar @fabjanski beleza🙂 e se não rolar, cobrarei dela com maior contundência

+++++
Fim da transcrição da conversa

A pergunta que não quer calar é: ONDE ESTÁ A COBRANÇA CONTUNDENTE DE VANGE LEONEL À DILMA ROUSSEFF POR SUA CONTÍNUA OMISSÃO EM RELAÇÃO AOS ABUSOS PERPETRADOS CONTRA OS LGBTS NO BRASIL ENTRE 02/11/2011 E 19/03/2012? Procura-se desesperadamente a cobrança contundente de Vange Leonel, porque até agora as únicas pessoas de quem Vange tem cobrado alguma coisa são os membros da militância LGBT independente do Brasil, que no texto que respondi ontem ela acusou de “partir para a luta feroz” (como se isso fosse um defeito, por favor se lembrem de Stonewall), de “mimetizar a prática reducionista dos fundamentalistas”, “discutir de forma exaltada e leviana” e “escolher bodes expiatórios, xingar aliados e dinamitar pontes”.

Oras, se isso não é uma “cobrança contundente” então sou ignorante de tais coisas. Em termos de cobrar os demais, não traio nenhum grande segredo do Twitter quando digo que Vange Leonel chegou a anunciar com estardalhaço um unfollow numa conhecida figura da blogosfera governista por esta ousar vez por outra discordar do governo. O que se percebe no discurso de Vange Leonel é uma tentativa constante de retirar do atual governo a responsabilidade pelo combate à homofobia e implementação das medidas necessárias para que a população LGBT do Brasil e responsabilizar as vozes que questionam os retrocessos do governo pelos próprios retrocessos.

Na verdade, isso se insere no contexto de uma visão muito comum entre setores da militância de que os LGBTs são os “culpados” por não conseguirem a sonhada paridade de direitos (e respeito à sua integridade física e psicológica) por serem “alienados”, ou por não “existir uma bancada LGBT” ao que eu pergunto: HOUVE ALGUM PAÍS DO MUNDO EM QUE A POPULAÇÃO LGBT TENHA OBTIDO SEUS DIREITOS UNICAMENTE POR SUA MOBILIZAÇÃO POLÍTICA? E pergunto mais: Direitos Humanos para Todos são uma coisa que deve ser negociada com “aliados” constantemente dispostos a utilizar o bem-estar de um grupo que é parte integrante da sociedade como moeda de troca para atender aos interesses escusos de políticos preconceituosos escondidos ou não por detrás de uma Bíblia?

Ou são um PRÉ-REQUISITO BÁSICO para que uma sociedade possa ser considerada civilizada e decente? Por acaso Cristina Kirchner é lésbica? Zapatero e o Arcebispo Tutu são gays? Será David Cameron (primeiro-ministro CONSERVADOR da Inglaterra) um homossexual no armário? Não. E por qual motivo esses líderes, entre tantos outros que eu poderia apontar que defenderam a causa da igualdade dos LGBTs perante o conjunto da população? PORQUE DIREITOS IGUAIS PARA OS LGBTS SÃO DIREITOS HUMANOS. BÁSICOS. Não são “perfumaria” como certos governistas defendem, são um dos pré-requisitos que o Brasil precisa preencher para que possa um dia se tornar verdadeiramente um país de todos. Várias lideranças mundiais partilham dessa visão. E Dilma?

Acho que já sabemos a resposta. Vange Leonel sabe, finge desconhecer ou simplesmente não se importa?

+++++

UPDATE (20/03): O @fabjanski também escreveu um texto baseado no infame artigo de Vange Leonel para a revista Fórum: (Impossibilidade de) diálogo e radicalismo

Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Comentários

  • @peagapenalvez  On 19 de março de 2012 at 21:37

    Concordo com vc!!!
    MUUUUUUUUUUUUUUUITO bom o texto e a forma como leva as pessoas a pensar sobre o assunto.
    Nosso governo não tem políticas voltadas para a Diversidade Sexual. FATO!!!
    Dona Vange Leonel deveria repensar um pouco no que fala.

  • A mosca da sopa. (@Leticia_Karla)  On 19 de março de 2012 at 23:14

    ADOREI , ADOREI , ADOREI E ADOREI. Excelente texto, objetivo, crítico e direto. Nosso governo precisa ser urgentemente reformulado, principalmente na questão da Diversidade Sexual. Com uma presidente dessas, nunca conseguiremos erradicar os preconceitos.
    Vange Leonel pensa que está com tudo, não pensa antes de twittar. Na verdade quem fala essas coisas não pensa.

  • Lippe  On 20 de março de 2012 at 1:03

    Acho que a dona Vange precisa de um rivotril pra por suas idéias no eixo

  • Tiago Costa de Thuin (@thuintter)  On 20 de março de 2012 at 10:07

    Em concordando com o resto, acho que a resposta positiva ao questionamento “Será David Cameron Homossexual enrustido” não é tão bizarra…

    Quanto à razão da omissão total da Dilma, eu chutaria, não apenas a falta de preocupação mas principalmente – e contrário à imagem vendida – falta de peito. Dilma é covarde, politicamente, até o talo. Sabe passar esporro, mas não sabe falar com quem não se acovarda.

    • Chico Aragão  On 20 de março de 2012 at 11:39

      Concordo em número, gênero e grau com a covardia de Dilma Rousseff. Venderam a imagem de uma mulher corajosa, mas na verdade a lógica que rege os atos de Dilma é a lógica do valentão da escola: ela é arrogante com os fracos e submissa aos que percebe serem mais fortes do que ela.

  • Tiago Costa de Thuin (@thuintter)  On 20 de março de 2012 at 10:08

    Ah sim, e confunde barulho com força. Tem um medo enorme da bancada evangelica porque eles gritam muito.

  • Ricardo Rocha Aguieiras  On 20 de março de 2012 at 16:35

    Vange Leonel é apenas mais uma petista fundamentalista, como muitos.como muitas! Ou por idolatria ou por safadeza mesmo, agora resolveram blindar a Dilma e o vendido Governo Federal, a coitadinha da Dilma é “refém”, agora. Refém porra nenhuma, é CUMPLICE, anda de mãos dadas com evanjas fundamentalistas por que isso é conveniente ao PT, fins eleitoreiros e sem vergonhice mesmo…
    Não tem um petista LGBT notório que não tinha grana nenhuma e, depois de se envolver com a militância e com o PT tem hoje um apartamento em Higienópolis, bairro nobre de Sampa? Outra já está se especializando em viagens internacionais, só falta o Pólo Norte, agora que se ligou à tal ministra dos Direitos humanos, que nada faz por nós… o engraçado é que ninguém fiscaliza, ninguém confere e tudo isso é pago com dinheiro público, o seu e o meu, sabia? Enfim, uns e umas entram na História pelo bem, outr@s, pelo mal. Na verdade, se corroem de inveja por não terem um décimo da coragem de um Luiz Mott, de um Trevisan ou da Míriam Martinho, que lutam e lutaram sem se vender, sem vender a alma nem as ideias. Não se espelhem nessa gente. Se espelhem em quem vale a pena. Dilma não merece pena, não é vítima. Dilma e suas adoradoras merecem é o nosso repúdio e nojo.
    Ricardo Agueiras
    aguieiras2002@yahoo.com.br

  • Todd Tomorrow  On 20 de março de 2012 at 21:40

    Excelente. É imperdoável o que o PT e a Dilma tem deixado acontecer nesses últimos tempo. É muita conversinha e negligência. O PT não é mais o partido dos movimentos sociais. Acabou mesmo.

  • André Centeno  On 21 de março de 2012 at 11:32

    Eu já tinha ouvido falar sobre o Vange Leonel. Acho que foi a ele que ateibuiram o: “mas gente, o gay só morreu com cinco facadas, poderiam ter sido cinqüenta. Gogo Dilma.”
    :/

    • André Centeno  On 21 de março de 2012 at 11:34

      Por causa do Leonel no nome, interpretei compro se ela fosse um homem. Falha minha, relevem por favor.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: